Sábado, 28 de Março de 2009

Ocupação Antrópica - Zonas Costeiras

Em Portugal, a população adensa-se na faixa litoral. A evolução natural da costa (rochosa ou arenosa) engloba episódios de erosão e deposição, que a vão esculpindo, diminuindo a segurança das edificações litorais.

 

 

 

A erosão e a deposição de sedimentos conduzem a formas de relevo características, das quais se salientam as praias, resultantes da acumulação de sedimentos, e as arribas, resultantes da intensa erosão marinha. As arribas são faixas de litoral escarpado, muito íngremes, onde o efeito da erosão marinha se faz sentir de forma intensa. Este desgaste, a abrasão marinha, faz-se sentir, sobretudo, na base da escarpa em contacto com o mar, onde o material rochoso é retirado mais intensamente. Esta abrasão descalça a base da arriba, que, por acção do peso das camadas superiores, abate, originando no sopé da arriba um amontoado de blocos rochosos.

 

 

 

 

 

Por vezes é necessário recorrer a construções artificiais para regularizar os ritmos de abrasão e deposição marinha em determinados locais da costa, para protecção de pessoas e bens.
 
 
Acções que favorecem o risco geológico nestas zonas:
 

- Edificações em zonas de praia: interferem no ciclo de erosão/deposição e destroem as sucessões dunares;

 

- Construção de esporões: destinam-se a proteger uma área reduzida da costa, mas agravam a condição das áreas litorais vizinhas;

 

  

- Construção de barragens: reduzem a quantidade de sedimentos que chegam às praias, acelerando o processo de recuo da linha costeira.

 

 

 

Medidas para minimizar o risco geológico nestas zonas:
 

- Implementação de medidas de ordenamento que impeçam a ocupação de zonas costeiras com risco geológico elevado;

 

- Construção de estruturas de protecção, como os paredões e os esporões (acarreta, igualmente, consequências negativas), para regularizar os ritmos da abrasão e da deposição marinhas e para estabilizar as arribas;

 

- Recuperação de dunas;

 

 

 

- Alimentação artificial da extensão arenosa das praias.

 

 

 

publicado por Soraia às 20:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Notícia: Contaminação de ...

. Reservatórios de água sub...

. Recursos Minerais

. Notícia: Energias Renováv...

. Recursos Energéticos

. Metamorfismo

. Deformação das rochas

. Rochas Magmáticas

. Magmatismo: Consolidação ...

. As rochas sedimentares, a...

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds